funcionário da CEMIG

CEMIG não poderá cortar fornecimento de luz por 3 meses

A Aneel estabelece medida que protege consumidores de corte por falta de pagamento por conta do coronavírus em todo o país.

Durante 90 dias foi suspendida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a possibilidade de cortes do fornecimento de luz em caso de inadimplência do consumidor durante a crise do coronavírus. A medida é para todo o país, incluindo assim a CEMIG.

Esta decisão foi tomada após alguns estados começarem a levantar a possibilidade de adotar a medida por si só. De acordo com a CEMIG esta decisão ampliou a faixa de beneficiários, sendo eles os consumidores residenciais, incluindo os consumidores da tarifa social, e serviços essenciais como hospitais públicos e filantrópicos. 

Segundo o relator da proposta, diretor Sandoval Feitosa, esta decisão visa assegurar a preservação do fornecimento de luz aos consumidores mais vulneráveis e dar uniformidade ao tratamento aplicado pelas empresas de energia elétrica.

Porém a agência frizou que aos consumidores que têm condições de manter o pagamento de suas contas de luz em dia, devem continuar pagando para que o funcionamento do setor elétrico e o pagamento de seus funcionários se mantenham. 

“Aqueles que têm condições de pagar a conta de luz, é importante que assim o façam para que a gente consiga atravessar esse período de calamidade com o equilíbrio desejado”, reforçou o diretor geral da Aneel, André Pepitone.

A Aneel também permitiu a suspensão de atendimento presencial por parte das distribuidoras para evitar risco de contágio.

Fonte Jornal O Tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar
Posso te ajudar?